UCPel participa do Conselho Gestor do Pelotas Parque Tecnológico

O Pelotas Parque Tecnológico foi inaugurado nesta sexta-feira (16). O empreendimento, que tem mais de 5 mil m² de área construída e 1,6 mil m² de área externa, funcionará como alavanca para grandes ideias. A Universidade Católica de Pelotas (UCPel) está representada no empreendimento ao fazer parte do Conselho Gestor e ao ocupar a vice-presidência da entidade não governamental que é responsável pela gestão do local, instalado na avenida Domingos de Almeida, 1785.
Concebido com recursos federais e municipais, o empreendimento custou aos cofres públicos aproximadamente R$ 4 milhões. Com salas específicas para oito empresas consolidadas na região e 19 espaços para incubadoras, o parque terá edital de ocupação lançado após as eleições, em outubro.
Segundo o vice-presidente do Pelotas Parque Tecnológico e professor da UCPel, Samuel Ongaratto, as incubadoras servirão para alavancar a inovação e como transferência de conhecimento aos alunos da universidade. “Disciplinas que seriam feitas em sala de aula, sobre empreendedorismo, por exemplo, podem ocasionalmente ser feitas no Parque. É um local que terá como ambiente comum empresários consolidados e empresas em incubação, e os estudantes poderão vivenciar tudo isso”, comemora.
A partir do momento em que o Parque for ocupado, surgem grandes possibilidades, já em discussão. Para Ongaratto, um exemplo claro é a possível criação de um fundo municipal de investimento, que poderá financiar grandes ideias de estudantes.
O diretor executivo do Parque, Cristian Küster, ressalta o foco inicial da estrutura. “Fizemos um levantamento em que foi constatado que Pelotas tem know how em tecnologia da informação, indústria criativa e indústria em saúde. Por isso, essas foram as temáticas escolhidas para a futura seleção de incubadoras e empresas”, adianta.
O reitor da UCPel, José Carlos Pereira Bachettini Júnior, ressaltou o enriquecimento acadêmico que o parque brindará aos estudantes da Católica. “Em nossa Universidade concentramos alta inteligência e proporcionar aos alunos mais um espaço de aprendizado e extensão vai alavancar o crescimento dos nossos deles”, projeta.
Fonte: UCPel
Leave a Reply